O direito de ser esquecido

Nem todos querem seus quinze minutos de fama: a busca pelo anonimato ressurge

por Gabriel Valle

 

Fonte: El Mundo

Fonte: El Mundo

Parece que tem gente que não quer ser mais visto, nem lembrado. A grande empresa de busca Google disponibilizou recentemente um formulário que funciona como uma espécie de solicitação para os usuários que desejam ter os seus dados retirados dos resultados de buscas do portal. A medida foi tomada após a decisão do Tribunal de Justiça da União Europeia (TJUE) do início de maio deste ano de admitir o direito ao “esquecimento” de quem um dia já rondou muito pela Internet.
Os links, entretanto, podem ser preservados, se de interesse público. Além disso, qualquer versão internacional do buscador, como a do Brasil, poderá exibir os sites normalmente. Outros buscadores que tenham grande alcance na região, como o mais recente Bing, também deverá seguir a nova norma.
A ferramenta de busca, todavia, apresentará um relatório, previsto para o ano que vem, com o decorrer das alterações feitas na já comprovada qualidade das pesquisas feitas pelo site. Nomes como o do fundador da Wikipedia, Jimmy Wales, são cotados para realizarem esse tipo de pesquisa em relação ao impacto da decisão do Tribunal, sendo a maioria deles os próprios pesquisadores da União Europeia na área digital.
Para solicitar a remoção de seus links, os usuários devem enviar cópia da identidade, dados pessoais e especificar cada um dos links que gostaria de remover dos resultados de busca. Para cada um, deve ser enviada uma justificativa, que será avaliada pela Google.
Alguns não concordam muito com essa atitude. Especialistas dos 28 países que integram a União Europeia acreditam que isso pode por em risco a liberdade de acesso à informação. Já outros, como a comissária para a Justiça da União Europeia Viviane Reding, compactuam com a ideia do TJUE. “Dados pessoais pertencem a indivíduos e não às companhias”, defende ela.
A empresa Google afirma que recebeu cerca de 12.000 pedidos de remoção de conteúdo em um dia da possibilidade do envio de formulário. Casos mais extremos serão enviados a órgãos reguladores, para que possam decidir o melhor a ser feito.

Fonte: http://veja.abril.com.br/noticia/vida-digital/em-um-dia-google-recebe-12000-pedidos-de-direito-de-ser-esquecido; http://veja.abril.com.br/noticia/vida-digital/mais-de-50-das-solicitacoes-de-remocao-de-links-do-google-sao-de-criminosos-condenados

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s