Uma nova maneira de narrar dados

“Quem trabalha com banco de dados tem que seguir o autodidatismo”. Afirma José Roberto Toledo, coordenador do site Estadão Dados. Também valoriza a iniciativa pessoal do jornalista em se interessar por estatística, programação, design e visualização.

No jornal Estadão, programadores e jornalistas trabalham juntos para traduzir as informações visualmente. As ferramentas mais utilizadas são gratuitas. No Infogr.am, (http://infogr.am/) é possível criar infográficos interativos e incorporá-los em outros sites. Também há a possibilidade de importar arquivos com dados em formatos de tabela (.xls, .xlsx, .csv). Outras opções para visualização são o JsTimeline, Google Maps e Google Maps Lite Engine (https://mapsengine.google.com/map/splash?app=mp ), que permite criar mapas personalizados, com diversas camadas para inserção de dados.

O Estadão Dados (http://blog.estadaodados.com/) foi criado em março de 2012 e produz infográficos diariamente, por meio de ferramentas como a Carto DB (http://cartodb.com/ ) e o Plo.ly (https://plot.ly/ ). Neles, você pode criar mapas com dados que precisam de visualização geoespacial e infográficos mais complexos. Os projetos mais elaborados costumam exigir não só jornalistas, mas programadores –profissionais fixos da equipe. Vale a pena passear por essas ferramentas!

Fonte: http://br.gijc2013.org/

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s